Sarau de Sangue: por que assistimos a esses tipos de filmes?

Não são os doces e as travessuras que atraem a atenção de milhões de brasileiros para a data muito comemorada nos EUA, o Halloween, mas sim as megas produções cinematográficas que chegam a invadir os sonhos de muita gente.

A atmosfera de sangue, medo e horror traz às pessoas uma sensação como pimenta, arde, mas a gente gosta. E o sucesso desses filmes é originado pela fantasia, pelos medos de quando éramos crianças e, claro, pelos efeitos especiais que nos deixam em dúvida se aquela cena é mesmo produzida ou real.

O ser humano é movido por emoção, pelo novo, por experiências boas ou ruins, e isso faz com que ele experimente, viva, se assuste e, às vezes, durma com a luz acesa. Há estudos que mostram que o organismo quando está sob ameaça libera dopamina, endorfina e adrenalina, e níveis altos de dopamina pode dar a sensação de prazer e calma, como um anestésico. Ajuda a explicar o porquê gostamos de terror, né?

O sucesso, no mundo inteiro, é comprovado pelo lançamento da décima primeira aparição do lendário Michael Myers nas telonas em Halloween, uma continuação da produção original. E não só, os números de bilheteria de alguns dos melhores filmes de terror são assustadores. Maratona a vista, preparem o estomago!

  • A franquia de Halloween, do atormentado personagem Michael Myers, já arrecadou mais de 600 milhões de dólares.
  • O Exorcista, o longa de 1973, arrecadou mais de 500 milhões de dólares, além de conquistar 10 indicações ao Oscar.
  • Já a aterrorizante franquia de Jogos Mortais, com suas críticas à sociedade e aos homens, foram mais de 700 milhões de dólares arrecadados.
  • O Jason, o terror do acampamento, na franquia Sexta Feira 13, arrecadou mais de 800 milhões de dólares.
  • A série A Hora do Pesadelo de Freddy Krueger, aquele “simpático” personagem que aparece nos sonhos, já a soma mais de 700 milhões de dólares de bilheteria.
  • A franquia Invocação do Mal e Anabelle, aquele, que conta a história do universo daquela boneca perigosa e assustadora, já arrecadou mais de 400 milhões dólares.
  • O Massacre da Serra Elétrica, com o incansável perseguidor Leatherface, em apenas um longa foram mais de 30 milhões de dólares arrecadados.

Texto escrito pelo cineasta Daniel Bydlowski para o Portal da Rolling Stones.

Related Posts

Leave a comment